Blog

Startup investida pelo BiotechTown atua em projeto que conserta respiradores danificados em combate ao Covid-19

Equipe de reparo dos respiradores

Startup investida pelo BiotechTown atua em projeto que conserta respiradores danificados em combate ao Covid-19

Empresa Aclin, desenvolvedora de soluções hospitalares, faz parte de iniciativa contra o coronavírus idealizada pelo SENAI e atua em parceria com a Fiat.

Frente à realidade mundial imposta pelo coronavírus, diversas instituições vêm se estruturando para atuar em projetos de apoio ao combate da epidemia. Este é o caso da Aclin, startup investida pelo BiotechTown, que desenvolve soluções hospitalares e está dando suporte ao conserto de ventiladores mecânicos para pacientes da Covid-19.

Segundo o Ministério da Saúde, o país conta com aproximadamente 65 mil ventiladores mecânicos, aparelho essencial no tratamento de doenças respiratórias. 46 mil desses aparelhos pertencem ao SUS e atualmente 3.639 estão com algum defeito que os impede de funcionar. Considerando o alto preço para a aquisição de novos respiradores, uma das soluções para atender mais pacientes a baixo custo está no reparo dos aparelhos danificados.

Para concretizar esta estratégia, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), estabeleceu parcerias com grandes indústrias do país, viabilizando a transferência dos equipamentos dos hospitais públicos e filantrópicos para as empresas que, após o reparo, devolvem os aparelhos para os hospitais prontos para tratamento dos pacientes. A ação conta ainda com a participação da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e a Polícia Militar de Minas Gerais.

Atuação da Aclin em diferentes etapas do processo

A partir da experiência adquirida no segmento hospitalar, a Aclin forneceu soluções para o trabalho das equipes de reparo, com início na capacitação para diagnóstico e triagem dos respiradores recebidos.

Após o conserto dos equipamentos é utilizado o Aclin Check, calibrador que permite manutenção precisa de ventiladores mecânicos de diversas marcas e modelos. Por ser compatível com todos os equipamentos de um centro de terapia intensiva, o calibrador foi desenvolvido de acordo com as normas brasileiras vigentes, atendendo aos critérios de desempenho e segurança estabelecidos.

Respirador Mecânico

Respirador em calibração pelo Aclin Check

As equipes de reparo receberam ainda treinamentos de funções especificas do Aclin Check que atendem especificidades do uso dos respiradores no tratamento da Covid-19.

A atuação da Aclin está acontecendo na base de reparos da Fiat Crysler Automobiles (FCA) em Betim-MG e está sendo estendida à outra base, criada na fábrica de automóveis no interior de Pernambuco.

Segundo Daniel Moura, CEO da Aclin, “como nosso equipamento é portátil, poderá ser transportado com facilidade para uso em outros locais. Esperamos apoiar no conserto de respiradores de outros estados, tornando possível a recuperação de mais pacientes e trazendo alivio à nossa sociedade”.

Equipe de reparo dos respiradores

Equipe de trabalho no centro de reparos da Fiat com a Aclin.

 


Conheça o portfólio de startups investidas pelo BiotechTown. 

Compartilhe este post:
voltar